PESQUISAR

INSTALAÇÕES DE GÁS

As instalações de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), popularmente conhecido como gás de cozinha, quando mal executadas podem ser um risco para a edificação e os ocupantes dela.
Seja por meio de recipientes (botijão) ou canalizado, o gás de cozinha é distribuído sob pressões e o vazamento tende a acumular gás nas partes mais baixas do ambiente. Isto cria cenários com riscos de asfixia, incêndio e explosão.

Embora não seja tóxico, quando inalado, o gás de cozinha, ao tomar conta do ambiente nos vazamentos de maior intensidade, reduz a proporção de oxigênio no ar, podendo ocasionar a redução dos níveis de consciência das pessoas e animais que permanecerem no ambiente e causar óbito por asfixia nos casos mais críticos. Acidentes assim são mais prováveis quando as pessoas estão dormindo, pois o olfato humano reduz drasticamente durante o sono.

O gás de cozinha é altamente inflamável, portanto é mais comum o Corpo de Bombeiros Militar ser acionado para atender casos de incêndios e explosões relacionados aos vazamentos. Basta o contato com uma fonte de ignição (faísca, chama, etc.) para dar início a reação de combustão que muitas vezes evolui para uma explosão.

dicas de prevenção gas 1

A foto acima, de uma ocorrência em que os bombeiros do CBMSC trabalham para resgatar uma vítima embaixo dos escombros, é um exemplo dos perigos do GLP. Como prevenir é o melhor remédio, não deixe de conferir todas as nossas dicas!

Onde instalar o botijão de GLP em comércios, indústrias e em prédios

O CBMSC em sua Instrução Normativa 8 (IN 8) Instalação de gás combustível (GLP e GN) apresenta os requisitos mínimos para as Instalações serem consideradas seguras.

Onde instalar o botijão de GLP em casa

Agora, você já sabe dos perigos do GLP, mas sabia que ele é mais pesado do que o ar, o que pode dificultar a dispersão dele? Por isso, todo cuidado é pouco na hora de escolher o local para a instalação e armazenamento. Sendo assim, caso você more em uma casa (estabelecimento unifamiliar), o cuidado deve ser redobrado. Quem mora em prédios (estabelecimento multifamiliar) também deve verificar se todas as normas estão sendo seguidas, bem como se todas as obrigações com os bombeiros e outras instituições estão em dia.

  • O botijão deve ficar do lado de fora da casa, em um lugar protegido, porém ventilado; 
  • jamais deixe dentro de armários, vãos de escadas e porões;
  • não deve ficar próximo a desníveis, ralos ou locais de escoamento de ar, já que sendo mais pesado que o ar, em caso de vazamento, ele poderia ficar retido e acumular-se nesses lugares, ocasionando o risco de explosões.

A foto abaixo ilustra o poder destrutivo de uma explosão após vazamento de gás de cozinha.

dicas de prevenção gas 2Boas práticas para evitar acidentes:

  • adquira botijões de empresas credenciadas pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP);
    o botijão não deve possuir amassados, marcas de ferrugem ou qualquer outro tipo de dano. Confira se os lacres estão inviolados;
  • o regulador de pressão e a mangueira devem possuir a identificação do INMETRO gravada e estar dentro do prazo de validade;
  • não deixe queimadores (como o fogão, por exemplo) aceso sem supervisão;
  • não facilite o acesso de crianças ao fogão e ao botijão;
  • não instale cortinas, ou mantenha panos de prato e outros materiais inflamáveis no entorno do fogão ou do botijão de gás;
  • nunca utilize fogareiro ou lampião diretamente sobre botijões de 8 e 13 kg;
  • jamais tente eliminar um vazamento de maneira improvisada e procure pessoas habilitadas para fazer qualquer conserto ou modificação;
  • não utilize isqueiro ou fósforo para verificar se há um vazamento, faça o teste da espuma de sabão (coloque espuma sobre a junção da borboleta com o botijão, se a espuma crescer ou borbulhar é sinal de vazamento);
  • quando o botijão estiver quase vazio, não deite-o tentando aumentar o aproveitamento, essa prática pode causar acidentes, pois parte do gás encontra-se no estado líquido, pode ocasionar danos e posteriormente vazamentos de gás, bem como romper parte da mangueira.

dicas de prevenção gas 3

Como proceder em caso de emergência

Vazamento sem fogo:

  • caso sinta cheiro de gás, feche o registro da instalação;
  • afaste as pessoas do local;
  • não acione interruptores de luz e não ligue nem desligue equipamentos elétricos ou eletrônicos;
  • desligue a chave geral da edificação se ela estiver fora do espaço tomado de gás;
  • abra janelas e portas para permitir a circulação do ar;
  • não fume nem se aproxime de área com vazamento de gás, com quaisquer objetos que possam ocasionar o início do incêndio ou explosão;
  • em caso de emergência ligue 193, telefone de emergência do Corpo de Bombeiros Militar.

Vazamento com fogo:

  • saia do local e não deixe que ninguém adentre;
  • acione imediatamente o Corpo de Bombeiros Militar pelo telefone 193; e
  • se for seguro para você, feche o registro de gás e desligue a chave geral da eletricidade da edificação.

Pesquisa e inovação 

Você sabia que além de fazer as Instruções Normativas, analisar e vistoriar as edificações, o CBMSC também faz a investigação de incêndios, após o resgate às vítimas e o combate às chamas?

Além disso, desde 2020, o CBMSC possui um Centro de Pesquisa e Inovação em Florianópolis, que, entre outros serviços, realiza exames laboratoriais a fim de apresentar laudos periciais mais precisos.
 

dicas de prevenção gas 4Veja abaixo o trabalho da perícia do CBMSC em um acidente causado pelo vazamento de gás em uma mangueira que estava a 10 anos fora da validade.


Confira a nossa playlist com dicas de prevenção no Youtube e siga-nos nas redes sociais para mais dicas!

emergencia193
QUARTEL DO COMANDO-GERAL
Rua Almirante Lamego, 381, Centro, Florianópolis - SC | CEP: 88015-600

Desenvolvimento: DiTI-DLF | Gestão de Conteúdo: CCS | Tecnologia Open-Source
emergencia193